Lagoa Orgânicos
Apoio
Artigos

Ciclos e Lições


Lagoa Orgânicos
 
11/03/2015

Ciclos e Lições

Volta e meia estamos às voltas com situações que de uma forma ou de outra e em várias etapas de nossas vidas se repetem. É natural que essas situações se apresentem disfarçadamente, mas em seu âmago elas são exatamente as mesmas. Isso é porque nós também nos apresentamos ao longo de nossa vivência com a mesma essência, mas vivendo a oportunidade do aprimoramento e do aprendizado. Nada mais usual do que ouvir de alguém que está sendo testado mediante situações de crises e que estas se apresentem sob as mais diferentes formas e em curto espaço de tempo. Isso nos dá a medida do amadurecimento alcançado e a partir dele a forma com que lidamos com momentos críticos. Há quem desista da luta antes mesmo do fim do primeiro “round” por não se achar suficientemente forte para combater, há também aqueles que ainda resistem um pouco, mas ante a força do oponente acabam sucumbindo antes mesmo do esgotamento total de suas forças, mas felizmente existem os fundamentais, aqueles que podem até mesmo sofrer a derrota, porém só vão admiti-la após a definitiva e inapelável constatação que não há como virar o jogo. Mesmo assim os fundamentais tem outra visão de tempo: não existe o definitivo e o inapelável que atravesse toda a sua história; em breve estará novamente lutando até que finalmente chegue o dia da sua vitória, ainda que tardiamente. Para que ela ocorra é necessário que se estude cada ponto fraco, cada equívoco, cada deslize a fim de promover as necessárias correções e seguir em frente. Essa é a grande lição de humildade que devemos ter, de forma a achar os problemas e as soluções dentro de nós mesmos ao invés de procurarmos os problemas no seu entorno e culpar as circunstâncias por tudo de ruim que possa acontecer.

Da mesma forma que momentos críticos se repetem, também aqueles de bonança vem nos visitar, porém nestes dificilmente temos a faculdade de refletir sobre a caminhada até o topo e acabamos por esquecer que quando lá estamos o passo seguinte será necessariamente a descida, a menos que descubramos ainda no cume o novo caminho para continuarmos subindo e mais uma vez para isso necessitamos de humildade para entender que, ao contrário do que se prega, em time que está ganhando se mexe, sim senhor!

/uploads/arquivo/138_Boletim_09mar%C3%A7o_13mar2015.pdf

 
 
Voltar
 
FW2